quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

O (grande) problema da guitarra com singles e humbuckers...

         ... E eis que um dia a gente percebe o que é um potenciômetro/pot (volume/tonalidade), vai ainda mais adiante e descobre que, dependendo do tipo de captador usado, seus valores mudam. E, por fim, ainda tem que decidir se vai usar um do tipo "linear" ou "logarítimico". Bah! Dá vontade de mandar a guitarra para o luthier e deixar o stress da escolha para ele...
O problema é que nem os luthiers podem resolver completamente o impasse de qual potênciometro/pot usar quando uma guitarra tem captadores single e humbucker.
Explico: os singles são por natureza, captadores mais agudos que os humbuckers. Portanto, já que os potenciômetros também funcionam como filtros de agudos (ahá! Muita gente não sabe disso :-) ), e, considerando que quanto maior o seu valor, mais agudos eles deixam passar (principalmente o de volume - o de tonalidade tem um capacitor acoplado que também filtra agudos, mas é assunto para mais adiante), o valor ideal de um potenciômetro para singles é de 250K. Como o humbucker tem menos agudos, um pot de 500K filtrará menos agudos que um de 250K. (Alguns captadores de altíssima saída/potentes são tão abafados que precisam de pots de 1Mega, que praticamente não filtram nada de agudos).

Aí começa o problema. Uma guitarra tipo strato, com um humbucker na ponte e dois singles no meio e no braço (H-S-S) só tem um pot de volume. Veja essa Fender HSS:
 

Se usarmos um de 250K, o humbucker fica abafado. Se usarmos um de 500K, os singles ficam sibilantes e com agudos ásperos. Existem os pots de 300K, mas geralmente não resolvem o problema e podem até piorar, com os 3 caps soando mal...
Nesse post antigo sobre a Cort G260 ( http://guitarra99.blogspot.com/2010/07/cort-g260.html ), descrevo o sufôco que foi equilibrar isso. Tive que usar um humbucker Rosar especial, com bastante agudo, para ligá-lo num pot de 250K e não prejudicar os singles. E, sobre essa excelente mas difícil Cort G260, aprendi mais tentando ajustá-la do que aprenderia num curso de regulagem de guitarras... :-)

*** 12/10/2012: ATENÇÃO:  há um procedimento mais simples e prático que esse aí de baixo - siga o link:
http://guitarra99.blogspot.com.br/2012/10/o-grande-problema-de-guitarras-com.html 

Bem, para não me estender demais:
Depois que li na GP a coluna do Jaques Molina onde ele revela uma ligação "ultra secreta" e especial, tive um estalo e agora, bem, agora eu tenho uma arma infalível para resolver esse terrível impasse dos potenciômetros numa guitarra com singles e humbuckers. Usar dois potenciômetros de volume, comutáveis por uma mini chave! Fica super bem numa strato, onde sempre achei um exagero dois controles de tonalidade.

Essa variação da "molina wiring"  só foi possível com a inestimável ajuda do Sérgio Rosar. Eu estava tentando com uma mini chave de 3 terminais mas não dava certo - levei até o Sérgio e em 10 minutos ele fez o diagnóstico e o esquema de ligação: a mini chave tem que ter 6 terminais para isolar completamente um potenciômetro do outro. A SX creme, que até então não se resolvia, agora tá falando muito...
A diferença não é gritante, mas claramente perceptível: os singles perdem aquela estridência chata (estão no pot de 250k) e o humbucker "clareia" (pot de 500k).
Tive o trabalho de fotografar e "photoshopar" o esquema. É bem fácil (clique na foto para ampliá-la):


Como eu não gosto da localização original do potenciômetro de volume (minha mão direita fica batendo nele), deixei essa guitarra sem controle de tonalidade (e um pouco mais aguda no geral, portanto), mas dá para colocar o pot de tonalidade (que passa a controlar os 3 captadores): ele deve ser ligado na saída da chave de 5 posições (soldado no mesmo ponto do fio verde claro que vai para a mini chave).
A Strato SX Creme ficou assim (a posição da mini chave ficou legal ali, mas pode ser colocada em outro lugar à sua escolha):


Os dois botões de "Tone", são na verdade de volume... Depois eu troco.
PS: Agradeço aos meus dois "gurus", Jaques Molina, pela inspiração e Sérgio Rosar, pela brilhante finalização.
PS2: Já comprei várias mini chaves dessas (on-off ou on-on) de 6 terminais. TODAS as minhas HSS terão essa ligação - A G260 é a próxima... :)

69 comentários:

  1. Ótima solução para esse problema de guitarras HSS. Acho que não dá para desprezar o potenciômetro logarítmico por causa da variedade de timbre que ele proporciona.
    Parabéns pelo blog! Só lamento a sua provável falta de tempo para postar mais vezes!kkkk
    Estou aprendendo mt aqui.Um abraço!

    @prenatopb

    ResponderExcluir
  2. Espetacular ! É uma pena eu estar no RJ para mandar regular e fazer este tipo de ligação em minha Strato.

    ResponderExcluir
  3. Eu também lamento a falta de tempo, Renato. :)Quem sabe 2011 me dá umas folgas... :)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Luiz, a idéia é tu fazeres isso sozinho! :) Há 3 anos eu nem sabia o que era um ferro de solda, mas depois que a gente pega a manha - e não é complicado - a economia com luthier é enorme! :)

    ResponderExcluir
  5. Bacana hein paulo... Tá aí uma coisa que eu nem dava bola, mas é super importante quando vai-se colocar singles e humbuckers na mesma guitarra. Mais ainda, muito clara a parte elétrica, gostei do uso de fios de cores diferentes. Só mais uma observação... Temos o mesmo problema com excesso de estanho hehehhehehehhe. Mas a gente aprende.

    ResponderExcluir
  6. Hahahá! :) Sim, aquilo nem parece um pot e sim uma bola de estanho!! :) Preguiça, meu amigo - e depois eu sempre penso: ah! Mas se eu precisar soldar um fiozinho aqui do lado, a solda já está ali...
    As cores foram feitas no Photoshop, para facilitar a compreeensão... :)
    Obrigado pela visita, Maninho!
    Abraço e Feliz 2011!

    ResponderExcluir
  7. Muito legal Paulo!!!!
    Ótima solução!

    Já faz três semanas que estou apanhando para refazer a elétrica de uma stratinho velha que tenho aqui, encanei de colocar uma chave de três posições nela!

    ResponderExcluir
  8. Paulo, falas da chave seletora de captadores? Não gostas das posições intermediárias?

    ResponderExcluir
  9. Paulo, mas e quanto a splitar humbuckers? A própria Cort que você mencionou, com seu novo sistema, não ficará estridente demais ao você mudar o Humbucker pra single?

    Abraços,
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  10. ... Ou será que quando você liga um volume o outro se desliga??
    Ou seja: Você seleciona apenas um dos pots de volume para todos os captadores seja qual estiver em uso, ou posso dar um dos volumes pro Humb e o outro pro Single do meio, por exemplo?

    PS: desculpa a enxurrada de perguntas, não aprendi ainda a lidar com isso...

    ResponderExcluir
  11. Rodrigo, como tudo isso é recente, podem surgir alguns impasses. Nunca usei uma strato HSS com split no humbucker (aliás, exceto por um Rosar Custom que tenho - vide post da PRS SE - nunca divido o humbucker) e teria que reavaliar o processo, ver como é a fiação com split, etc. Quem sabe mais alguém se candidata? :)

    Quando liga um volume, o outro desliga e todos os captadores são direcionados para esse ativo.

    Quando eu iniciei as tentativas, a idéia era essa: deixar os captadores ligados em seus respectivos pots, mas no final ambos os pots teriam que ser ligados em apenas um fio de saída. Assim, os valores dos pots acabam somando-se (ou modificando de alguma forma, pois ficou muito ruim! :) )

    Como está descrito, apenas um pot fica ativo para os 3 caps em determinado momento. Nesse esquema, ainda dá para acrescentar um pot de tonalidade, que funcionaria sempre para os 3 captadores. Não coloquei ali porque não gosto da posição dos 3 pots...
    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Legal Dr. , boa sugestão !

    Você já tentou ligar um resistor em serie com o captador ? tipo se o cap. tiver 5k de resistencia , adiciono um resistor de 10k no positivo do cap. e faço a ligação normal,assim; Cap.fio positivo>resistor>chave.
    Em alguns foruns dizem que isso não funciona , mas tenho minhas duvidas , posso estar enganado, mas pra mim funciona kkkkkk
    Se tentar me diga o que achou.
    Parabens por mais um otimo post!
    Abçs.

    ResponderExcluir
  13. Gênio, te amo, te odeio! muitas sensações boas ao mesmo tempo. Eu troquei um "tone" pra virar uma chave que me má mais duas posições (totalizando 7): uma com ponte e braço ligados e outra com os 3 ligados. Como uso 3 singles com braço e meio originais da peavey predator strato e na ponte um HS3 achei que resolveria o problema, mas o bichinho tem perdido volume mesmo assim. Vou tentar adequar este esquema junto. Valeu!!

    Kelsen Dourado.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo: desculpe a absurda demora, mas só li esse recado agora, por causa do post do Kelsen.
    Sim, liguei resistor e capacitor direto no captador. Capacitor não recomendo pq ele distorce TODA a curva de frequência e muda demais o timbre.
    Resistor quase sempre diminui os agudos. Só achei estranho usares 10k! :) Recentemente timbrei um captador ligando um resistor de 0,82k - ele passou de +/- 8,74k para 9,5k e os agudos diminuiram uns 10-20%. Mas no geral, acho que o resistor degrada o timbre, por isso deixei de usá-los.

    ResponderExcluir
  15. Kelsen: boa sorte! :)
    Se descobrires alguma coisa interessante, me avise.

    ResponderExcluir
  16. Os minihumbuckers, são caps que devem ser usados com pots de 250k ou 500k? Já que são humbuckers em formatos singles! Se sim, vou ter que trocar na minha!
    As les paul geralmente possuem 2 pots para cada cap, uma ligação parecida com elas nesse caso não funcionaria?
    Pra terminar (quanto questionamento??? hahah) na ligação acima, se eu ligasse o pot de Tone para os 3 caps, qual eu deveria usar? se 250k, o humbucker perderia; se 500k não seria bom para os singles; talvez o do 300k?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou com o mesma dúvida cara. Pode me dizer o que fez por favor!!!

      Excluir
  17. 500k, Sávio. São essencialmente humbuckers.
    As Les Paul têm um pot de volume e outro de tonalidade para cada captador. É legal porque na posição do meio, podemos dosar o volume/mistura de cada captador.

    O valor do pot de tone não é tão importante quanto o de volume.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala mestre!!Eu tenho uma guitarra HSS 1tone/1vol.,com 2 captadores mini hambuckers com pot de 250k. Melhor troca los então? Ela também tem push pull como faço para conseguir defasar todos os caps? sem defasar já tá muito estridente! Me ajuda aê mestre. O QUE ACONTECE SE EU LIGAR O CAP DO MEIO JUNTO DO POT DO PUSH PULL?

      Excluir
    2. Mini Humbuckers devem ser encarados como "H". Como ela fica então? HSH? Geralmente qualquer captador que tenha duas bobinas (humbucker, mini-humb. e dualblades) defasadas soa melhor com 500k, mas vai liberar mais agudo... Depende também da sonoridade da guitarra.

      Olha, eu não gosto de humbucker splitado, então nunca me interessei em ligações com push-pull - nem seicomo fazê-las. Nessa não posso te ajudar, desculpe.

      Excluir
    3. Obrigado, sua ajuda é importante demais! ENTÃO MESTRE,QUE TIPO DE EXPERIMENTO VC ME DIRIA PRA FAZER PARA TER UMA GUITARRA MEGA VERSÁTIL SE TRATANDO DE UMA HSS COM DOIS MINIS HUMBUCKERS?

      Excluir
    4. Se ela tem dois mini humbuckers, necessariamente é HHS (ou HSH se o single estiver no meio).
      Nesse caso, o mais prático é sacrificar um pouco o single e usar pots de 500k - a não ser que ele seja muito importante pra ti.
      Existem singles que se dão bem com pots de 500k - geralmente os de alta saída (>7k). Recentemente usei um Rosar Rock/Surf 43 com pot de 500 e ficou muito bom. Como o fio usado nesse captador é mais fino (43AWG), ele tem maior resistência e menos agudos, portanto pode até soar melhor com 500k.

      Excluir
    5. Obrigado mestre era tudo que eu precisava saber!!!

      Excluir
    6. No site da seymor duncan o diagrama que elew disponibilizam para os minihumbuckers é com pots de 250k. Vc acha que esses caps estão "calibrados" para pots de 250k?

      Excluir
    7. Sim, o Seymour Duncan sabe o que faz.
      Mas como falei há dois parágrafos acima:
      "Mini Humbuckers devem ser encarados como humbuckers. Geralmente qualquer captador que tenha duas bobinas (humbucker, mini-humb. e dualblades) soa melhor com 500k - vai liberar mais agudo... Depende também da sonoridade da guitarra."

      Dependerá da guitarra. Coloque 250k. Se notares falta de agudos, o primeiro passo será mudar para 500k.

      Excluir
    8. Valeu. Comprei um minihumbucker para a ponte de minha strato e vou manter os pot de 250k e avaliar.

      Excluir
  18. Tenho uma guitarra Fender Squier Bullet e to pensando em equipa-la com roller nut no braço e na ponte e captação Fender Hot Noiseless Jeft Back! Acha que seria uma boa? Tem alguma ideia de qual seja o madeiramento das Squiers?

    ResponderExcluir
  19. Não uso rollers, mas são legais pra quem usa muito a alavanca. Não conheço esses caps, mas se o Jeff Beck usa...

    Em relação às Squier Strato: via de regra o corpo é de Basswood, exceto na Classic Vibe (Alder) e nas Standard (Agathis).

    ResponderExcluir
  20. Mais o madeiramento é bom para esse tipo de captação e rollers ? Eu não uso mto a alavanca tb, pesquisei sobre e gostei mais pela segurança de conservação das cordas. To pensando em comprar um corpo em Alder e montar uma fender com esses caps e roller, fica luxo não ?

    ResponderExcluir
  21. Saberia me dizer se a Gibson Supreme é uma boa guitarra ? Estou interessado em uma e gostaria de saber mais sobre ela..

    ResponderExcluir
  22. Ola boa noite amigo ... estou precisando de uma ajuda...

    vou tentar explicar mais te mando fotos por e-mail.

    guitarra :strato
    Captador: 1 single, 1 humbucker (seymour duncan)
    chave: 3 posiçoes ( 1x1+2x2)
    split: mini Switch 0n/0n 6 pinos.

    preciso splitar o humbucker usando a chave on/on na posição 1 da seletora.. to me matando cara ... so tem esquema com push pull ...
    da um help ai... add msn rick_candido@hotmail.com

    ResponderExcluir
  23. Isso não é o meu forte, cara... :)
    Até poderia sentar e ficar matutando, mas meu tempo é mínimo e acho mais rápido e prático postares no fórum da GP - sempre tem alguém que pode dar uma luz.

    ResponderExcluir
  24. Olá Paulo, encontrei teu blog essa semana e passei horas lendo. Maravilha de informações! Mas tenho que resolver um problema. Resolvi retirar um dos singles da minha strato fender mex. Comprei o DH-1 pra convertê-la numa HSS, buscando maior versatilidade, já que só tenho essa guitarra. Mas acabo de ver, neste post, que não vou poder utilizar o esquema original de pots. Ainda não montei, pois aguardo a chegada do escudo. Pergunto: e quanto ao capacitor, qual seria indicado? E a chave de seis posições, onde consigo?
    Abração, e parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, acho que poderás sim - o esquema do John Suhr é o melhor atualmente para stratos HSS. Colocas um pot de volume de 500k (podes manter os de tonalidade como estão) e resistores de 500 k nas saídas (hot) de cada single. Eles ficam com 250k e o humbucker com 500. Vou postar isso em breve.
      Abraço!

      Excluir
    2. Olá Paulo, vou aguardar sua postagem pra poder encomendar os resistores corretos. Como não há luthier na minha cidade, vou ter que fazer a montagem e soldas pessoalmente, e não quero surpresas na hora de plugar a guitarra. Parece uma solução perfeita para equilibrar os captadores, essa combinação de pots 250/500k. Abraço.

      Excluir
  25. Muito legal o blog! Parabéns! Estou querendo instalar um humbucker na minha guitarra strato e não sabia desse problema.Me ajudou muito! Só uma dúvida se colocar o pot de tonalidade um terminal do pot vai no fio verde claro e o outro terminal iria onde? Caso eu queira instalar os dois pot de tonalidade como ficaria as ligações dos terminais? Sou bem leigo se puder me ajudar.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, já descobri uma solução bem melhor e mais simples que essa - devo postar em breve...

      Excluir
  26. A carcaça do de pot de 500k não é aterrada junto com a carcaça de 250k?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente todos os terra são direcionados para a carcaça de volume e dali para o jack de saída.

      Excluir
  27. O Pot de 500k não tem aterramento ou eu estou enganado ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes não é necessário o aterramento via fio, como nesse caso - a fina folha metálica conduz eletricidade e funciona como terra, além da blindagem. Devemos checar a condução elétrica - caso não funcione, tem que usar fio.

      Excluir
  28. na verdade eu estou confuso esse seu aterramento

    ResponderExcluir
  29. e por acaso vc usa ou aconselha usar algum tipo de capacitor de poliéster pra filtrar e tal ??

    ResponderExcluir
  30. bom dia pessoal, sou iniciante no mundo da guitarra, gotaria de saber qual estilo de guitarra devo adquirir para estilo heavy metal (captadores, etc). Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça sua pergunta aqui:
      http://www.guitarplayer.com.br/forum/index.php?/forum/6-equipamentos/

      Excluir
  31. Tenho uma fender stratocaster H-S-S e não tenho este problema, apesar do potenciômetro de volume ser 250k o humbucker é de alto ganho (8k3) e já vem com mais agudo que os singles. É bom que os leitores vejam se é mesmo necessário fazer as modificações antes de sairem alterando suas guitarras. Achei o post muito útil para quem tem guitarras de baixo custo onde existem falhas nos projetos, necessitando alterações. Parabéns pelas explicações.

    ResponderExcluir
  32. Paulo May, tu saberia um bom site pra comprar esses componentes de eletrica de guitarras? vou tentar fazer esse esquema de volumes do post, e to procurando cabinhos, a chave, etc....grande abraço e boa tarde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boas lojas de suprimentos eletrônicos geralmente têm tudo, menos a chave de seleção. Costumo comprar no ML também:
      http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_6429016
      http://lista.mercadolivre.com.br/_Desde_51_CustId_80322687
      http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_93273682

      Excluir
  33. Vlw pela força cara. Paulo, gostaria de fazer esse esquema da strato com 2 volumes mas com 1 tone. Mas nao entendi bem como se faz. Se por acaso vc conseguir algum tempo, poderia fazer esse esquema? obrigado, grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amplie a foto (clique nela) e copie as ligações - a própria foto já é esquemática.
      Mas só se realmente quiseres dois volumes, pois encontrei um solução mais eficiente para stratos HSS:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2012/10/o-grande-problema-de-guitarras-com.html

      Excluir
  34. Olá Paulo, parabéns pelo blog. Esse post me ajudou bastante.
    Só um toque pra quem passar por aqui pensando em fazer o mesmo que eu fiz:
    Acabei colocando um humbucker "traditional hb hot" na minha ponte, no lugar de um single. Só que deixei o mesmo potenciômetro de 250k, depois de ver no youtube um sujeito mostrando na prática as diversas possibilidades de uso de captadores. Gostei do som que ele fez de um humbucker com pot de 250k. (eu não tinha conhecimento suficiente em eletrônica pra fazer aquela adaptação da parte 2 do seu post..)
    Na minha guitarra ficou bem legal, era o timbre que eu queria, e o meu ouvido "nu" não consegue ouvir um ganho fraco dele, pelo contrário, ficou lindo. Só fica grave ou abafado se você comparar presencialmente com um pot de 500k, mas como o Paulo disse, a diferença não é gritante.
    tem gente que acha que a guitarra vira uma merda se não usar humbucker com pot de 500k... negativo. Varia do timbre que você quiser.

    Obrigado Paulo, e mais uma vez parabéns.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Raul :)
      Importante o toque. Nada melhor do que a experiência pessoal!

      Excluir
  35. Olá Paulo parabéns pelo seu trabalho, tem me ajudado muito!!
    Sou téc em eletrônica, vou montar a captação de uma guitarra (estrato) q modifiquei!!!
    Analisando direitinho tenho uma estrato da Tagima ( que te deu uma dor de cabeça tremenda hein?? ) quando toco a guitarra com uma distorção ( captação é SSS ) captador da ponte ou meio ou braço da aquele zumbido típico do modelo então ai vem a duvida!!
    O que é um captador Humbucker? Senão dois single ligados em serie ou em paralelo!!
    Então quando a chave seletora na posição (ponte /meio) ou (braço/meio) acaba com o zumbido!!
    O que acontece se eu colocar sua ideia em pratica e colocar os resistores nos single para simular um captador humbucker (sem ruído) e soando como single???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado!
      O humbucker clássico tem duas bobinas ligadas em série. Uma bobina tem o fio enrolado no sentido contrário da outra (inversão elétrica) e seus parafusos ou pinos de metal tocam o polo oposto do imã (inversão magnética). A inversão das fases provoca o cancelamento do ruído gerado naturalmente pelas bobinas. Se dois singles estiverem enrolados de forma oposta e seus pinos de alnico invertidos, quando o seletor estiver na posição do meio (geralmente em paralelo, nesse caso), haverá cancelamento de ruído do mesmo jeito que ocorre nos humbuckers.

      Há muita coisa sobre isso no blog - utilize a pesquisa:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2011/07/captador-de-guitarra.html

      Excluir
  36. Blz Paulo tenho uma guitarra que a princípio era uma HH sem captador central. Como o madeiramento é "Tipo Fender" (Alder e Maple c/Rosewood) pensei; vou por um Push-Pull e ter os dois mundos!!kk Foi colocado 1 pot de volume de 500k e um push-pull de tone B250k. Ligado em Humbucker fica bacana. Em single o captador da ponte fica legal, porém o captador do braço fica muito magro totalmente sem brilho, e se abrir o tone demais o som fica muito estranho. Gosto de um som bem classico e 'swingado' na posição do braço. Tem algum erro nessa ligação que foi feita? Tem algum captador humbucker no braço que tem um bom desempenho splitando? Valeu!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gilberto. Essa prática (split) só serve pra quebrar um galho, mas dificilmente fica 100% e geralmente fica muito magro como vc mesmo disse por diferenças de construção, fluxo magnético entre outros fatores. Existem produtos próprios para essa finalidade como o Seymour Duncan Stag Mag que tem construção mais prórpia pra esse fim, mas eu nunca testei um pra te dizer como soa!

      Excluir
    2. Opa obrigado Oscar Jr. vou dar uma olhada nesses caps acho que podem resolver esse problema. Quando instalar digo como soam!! Grande abraço!!

      Excluir
  37. Tenho uma Fender e ela é HSS e tem 2 parafusos de um lado e 1 de outro do Humbucker (no escudo) como na1a guitarra deste topico....posso colocar um Dimarzio Super Distortion DP100 que só tem 1 parafuso de cada lado ????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente sim. Mas terás que fazer um furo extra no meio daqueles dois.

      Excluir
  38. Tudo bem? Sou um grande fã do seu blog, parabéns mesmo!
    Preciso de um auxilio seu, tenho uma strato em swamp ash, mas está sem captação e toda parte elétrica e queria começar pelos caps e você sempre elogia os caps sergio rosar que tem um ótmo custo beneficio. Então, o que você me recomenda, queria por Hss ou Hsh. Desculpa sou meio leigo, mas queria uma guitarra bem eclética, com um som mais encorpado com bons solos, tocar hardrock, um pouco de metal e tendo uma boa base, enfim...
    Se puder me ajudar agradeço muito, valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Guilherme :)
      HSS, mantendo o escudo SSS, recomendo essa configuração:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2010/07/strato-sx-modificada.html
      Os singles podem ser também da Malagoli (captadores.com.br) - os mais baratos são os alnico 50. Lá também tem os dual blades, mas os do Sérgio são matadores.

      A parte elétrica ideal para esse esquema HSS está na última imagem desse post:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2012/10/o-grande-problema-de-guitarras-com.html
      É um esquema sugerido pelo Alex Frias. Se não tiveres a manha, sugiro que faças a instalação com um bom luthier - quando fores falar com ele, seria talvez mais prático já levares o resistor de 470 (entre 400 e 500), um potenciômetro de 500k linear e os capacitores.
      Boa sorte:)

      Excluir
    2. Obrigado pela explicação, entendi a parte eletrica. Agora,o sergio rosar tem vários modelos de captadores, qual você me sugere para h da ponte, single do meio e do braço?
      Valeu!

      Excluir
    3. Tenha um som com basteante sustain!

      Excluir
    4. Já respondi isso - leia com atenção, por favor

      Excluir
  39. Paulo, boa tarde.
    Primeiro parabéns pelo blog, eu já lia suas matérias no jrguitarblog, todas de excelente qualidade!
    Eu procurei nos comentários, mas não achei (desculpa se a pergunta ficar repetida).
    E para os casos de guitarras com essa configuração HSS, mas possuem apenas 1 volume e 1 tone? Como ficaria a questão dos pots e as ligações. Estou querendo fazer um upgrade na minha, mas fiquei com essa dúvida. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Renan.
      Não se esqueça de pesquisar antes de perguntar. Acho que tua resposta está aqui:
      http://guitarra99.blogspot.com.br/2012/10/o-grande-problema-de-guitarras-com.html

      Excluir
  40. Pessoal alguém pode me dar uma ajuda, um amigo meu trocou o pickguard da guita dele por outro e as furações como de praxe não bateram, agora ele vai trocar por outro escudo com furação HSH e as furações não batem, como posso preencher os furos antigos e de certa forma maquiar, a guitarra é preto piano, daquelas que so de olhar riscam e trincam o verniz. Abs

    ResponderExcluir

Antes de perguntar, faça uma pesquisa no campo "Pesquisar nesse blog".